Portugal registou queda de venda de casas em 2023

Dados divulgados pelo Eurostat colocam Portugal em sétimo lugar dos países onde se verificou a maior descida na venda de casas na União Europeia.

Em 2021 Portugal registava um aumento de 19,4% de venda de casas e 2,7% em 2022. 2023 veio reverter essa tendência e registou-se um recuo de -9,8%.

Portugal ocupa, assim, o sétimo lugar nos países da União Europeia que apresentaram um decréscimo das transações. Luxemburgo (-43,3%), Áustria (-26,4%), Hungria e Finlândia (-24,5%) ocupam o pódio dos países onde se registou maior decréscimo. Por outro lado, Chipre (+31%), Polónia (+3,9%) e Irlanda (+0,6%) foram os países que apresentam o maior aumento.

Segundo o gabinete estatístico da UE, "em 2023, o número de transações de habitações diminuiu em 13 dos 16 países da UE para os quais existem dados disponíveis, em comparação com 2022. O segundo ano consecutivo em que a maioria dos países abrangidos registou quedas nas vendas”.


Madalena Alves
Madalena Alves
Content Writer